Idioma:

FEMUSC inicia inscrições para 2019 e projeta festival mais compacto

femusc-inicia-inscricoes-para-2019-e-projeta-festival-mais-compacto

FEMUSC inicia inscrições para 2019 e projeta festival mais compacto

O FEMUSC – Festival de Música de Santa Catarina abriu neste dia 10 de setembro o sistema de inscrição para sua décima quarta edição. Com um modelo de festival mais compacto, o FEMUSC 2019 terá dez dias de duração (de 24 de janeiro a 02 de fevereiro), e 250 vagas. Os músicos interessados devem acessar o site do festival e enviar um vídeo para avaliação da comissão artística.

A estrutura mais enxuta desta edição atenderá os alunos com maior qualidade pedagógica e artística. O Diretor Artístico do festival, Alex Klein, revela algumas das novidades, tanto para o público quanto para os músicos: “Em 2019 apresentaremos duas óperas, cada uma com sua própria orquestra: Suor Angélica de Puccini e Os 7 Pecados Capitais de Kurt Weill. Teremos uma renovação nas orquestras criadas para treino de jovens maestros, que agora passam a ser completas e não somente de cordas. Teremos aulas mais flexíveis e individuais e o primeiro concurso Jovens Solistas, que terá como prêmio a oportunidade de se apresentar no concerto de encerramento.”

Entre as obras que serão apresentadas, o maestro destaca como pontos altos Sheherazade (Korsakov) e Don Juan (Strauss), apresentados pela Orquestra Sinfônica com regência de Gregory Carreño, conhecido internacionalmente pelo trabalho desenvolvido no El Sistema, além do concerto dedicado a obras de grandes compositoras, como Clara Schumann e Fanny Mendelssohn.  “As obras apresentadas pela Orquestra Sinfônica do FEMUSC seguem, e até superam, o nível de orquestras profissionais: “Don Juan” é tão difícil que está presente nas audições das orquestras mais exigentes do mundo.”, comenta.

Para os alunos, as oportunidades de desenvolvimento são cada vez maiores. Em 2019 será possível agendar treinamentos específicos como o “Boot Camp” de violino do professor Charles Stegeman, com técnicas para estudo individual. E pela primeira vez no festival será possível realizar audições para um grande conservatório de música internacional. A University of Cincinnati avaliará alunos em Jaraguá do Sul com o mesmo peso de uma audição em pessoa nos Estados Unidos.

No planejamento do 14º FEMUSC, a diretoria trabalhou com uma redução de 40% no orçamento, como forma de se adequar à crise econômica brasileira que reduziu drasticamente a capacidade de captação de recursos da Lei Rouanet. “Temos tido a capacidade de fazer ajustes, sempre buscando o equilíbrio entre o artístico, o pedagógico e a gestão financeira, para mantermos o festival dento da realidade atual e principalmente garantir o futuro do FEMUSC”, explica o Presidente do Instituto FEMUSC, Paulo Polezi.

O projeto do FEMUSC 2019 já foi aprovado pelo Ministério da Cultura e está apto a receber recursos via Lei Rouanet. Empresas podem repassar até 4% do imposto devido e pessoas físicas até 6%, ambos com 100% de abatimento do valor incentivado.

Femusc

Deixe um recado